terça-feira, 6 de março de 2018

08 de março - dia internacional da mulher


Homenagem e uma reflexão!

Hoje cedo fui a uma floricultura encomendar umas rosas com serviço de delivery para ser  entregue à minha esposa na manhã do  dia 08 de março, dia internacional da mulher.
No mesmo local comprando flores para decorar sua sala em um jantar que será oferecido à amigos, estava uma distinta senhora e sua submissa e gentil secretária, a primeira, com um salto alto dourado, em um lindo vestido longo em tons verdes com um sensual decote nas costas, pelo acabamento, uma peça exclusiva, feita sob medida e muito bem  produzida, cabelos e maquiagem impecáveis. Extrovertida e bastante falante  perguntou-me  para quem eu estava comprado rosas, “...está de namorada nova?”, sorridente indagou a já desagradável e indiscreta madame! Respondi incontinente: “ Olá, bom dia,  é sim para  minha namorada nova que tem quase a minha idade e que há mais de 12 anos somos casados e todos os dias descubro nela uma nova e linda mulher...mas estas são especialmente para homenageá-la no dia internacional da mulher, depois de amanhã”.   As minhas últimas palavras  foram em tom mais sério,  áspero e já  me afastando daquela chocalheira. Ainda assim  mesmo  longe  ouvi um murmúrio  “...não sei pra que tem esse dia,  eu mesma acho ridículo e desnecessário essa data, é coisa de mulher que não tem o que fazer e fica inventando moda”.   De cabeça quente ( quem me conhece  sabe que me esquento fácil com besteiras) voltei para ela e disse: “- Com certeza você (já nem usei mais Srª.) nasceu em  berços de ouro e nunca precisou trabalhar, lutar por algum objetivo, reivindicar algum direito e talvez nem saiba o real significado dessa data, pergunte à sua secretária que, com certeza, ela saberá lhe dizer a importância e valor desse dia...”.  Quando acabei de falar já estava de costas pra ela e com os pés na calçada da loja. Fui procurar outra floricultura para fazer a encomenda!
 Aquela cena “martelou” minha cabeça o dia todo  até que agora, em frente ao computador, resolvi compartilhar minha angústia e indignação e a primeira certeza que tenho é que aquilo não foi um fato isolado, devem existir dezenas de milhares de homens e mulheres que pensam igualmente àquela “distinta” madame. Somente o acesso à informação, à educação,  poderia fazê-los refletir mais um pouco e ajuda-los a entender o real significado das lutas de classes minoritárias que sofrem criminosos e desumanos preconceitos,  desvalorização pessoal e profissional e,  para quem pensa que não, a mulher, mesmo com tantas conquistas, ainda faz parte dessa triste realidade, tanto aqui quanto no mundo todo.
A data de 8 de março, em que se comemora o dia internacional da mulher, não foi estabelecido por causa dos “lindos olhos e do charme que elas têm”,   mas sim pelo resultado de anos de  lutas e constantes reivindicações por mais espaço político-social e melhores condições no trabalho, não é apenas uma data para comemorar  mas um dia para discutirmos, refletirmos o  papel  da mulher na sociedade atual e tentar diminuir ou mesmo acabar com o preconceito e a desvalorização.
Quem olha estatísticas sabe que baixos salários, violência masculina, jornada excessiva e diferenciada no trabalho, desvantagens na carreira profissional, ainda pesam sobre elas e causam vergonha em nossa sociedade.
Mas independente das diferenças, dos preconceitos, das batalhas que precisam ser vencidas, apenas por ser mulher,  merecem ser homenageadas, amadas, conquistadas, endeusadas, respeitadas, admiradas, beijadas e receber flores todos os dias.
Parabéns à todas pelo dia 08 de março e que a luta continue!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite o Blog e curta esta publicação!