quinta-feira, 28 de julho de 2011

Maria Isabel Araújo

"Bebel", como é, carinhosamente, chamada pela família, é alagoana, tem três anos e é filha do casal Kacy e Marcelo. Com essa idade já demonstra em suas atitudes  personalidade forte e independente,  aliás essas são características de todas as crianças que tenho fotografado nos últimos tempos e é bom que sejam assim  para enfrentarem as competições que a vida contemporânea impõe. 
Quando iniciamos a seção fotográfica achei que ia ser 'moleza' dirigi-la, ledo engano,  foram apenas as primeiras fotos depois não aceitou mais  minha direção,  fazia as poses do jeitinho dela, ainda bem que  é muito criativa e adora ser fotografada. Assumiu e representou como uma profissional vários papéis: princesa, palhaço, borboleta, pianista, executiva e claro, desempenhou o seu próprio personagem da vida real, brincou e se divertiu como uma criança alegre e  feliz que é. Deu um show como modelo fotográfica no estúdio.
Bebel  gosta de  ir às compras com a mãe, apaixonada por  bolsas e sapatos, tem uma coleção em casa. 
Seu tempo é dividido entre  escola,  ballet e agora com as atividades de modelo (agenciada pela Hits Model Agency), uma "menina-moça" cheia de compromissos!  
Sua mãe Kacy enviou-me um e-mail e fez este comentário sobre a Bebel:  "Você é um milagre da vida, meu presente de Deus, minha princesinha Amamos você!"
Nessa mesma mensagem  fez uma referencia sobre meu trabalho, o qual agradeço muito, disse: 
"Oi Hugo!
Ela viu as fotos e falou na escola para as coleguinhas que foi o Hugo Taques quem fez e que brincou muito com ela. Você  é uma pessoa simplesmente único com crianças e  é por isso que elas gostam muito de você."(Kacy) 

Confira as lindas fotos !


quinta-feira, 21 de julho de 2011

Bicho do Mato ( Lucélia Pontes)

Ficha Técnica:
Série: Bicho do Mato 
Modelo: Lucélia Pontes
Fotógrafo: Hugo Taques 
Make-up: Alex Cerqueira 
Produção: Alex Cerqueira e Paulo Amâncio

Todo profissional sente  necessidade de realizar trabalhos fora da vertente comercial, que também é muito prazeroso, esta série que estaremos realizando, denominado BICHO DO MATO faz parte dessa  outra vertente, mais autoral.
Serão vários "bichos do mato" representados por modelos, atores ou pessoas comuns, produzidos e maquiados por Alex Cerqueira  e assistência  de Paulo Amâncio, com direção e fotografia de Hugo Taques 
Nesta primeira edição o pássaro  foi representado pela talentosa e premiada modelo/atriz/ miss teen alagoas e representou o estado de alagoas no miss teen brasil 2010, classificando-se em 6º lugar,   Lucélia Pontes.http://www.luceliapontes.com/ 

Aprecie as imagens!


quarta-feira, 20 de julho de 2011

Tâmara Oliveira

Tâmara de Oliveira - 23 anos, brasiliense, mora em Maceió desde os 03 anos, uma das mais belas e competentes modelos da capital alagoana,  faz o seu primeiro ensaio fotográfico.  A  sua desenvoltura, domínio e segurança com as lentes é de fazer inveja a qualquer veterana dos estúdios fotográficos.
Leveza, sensualidade, charme, criatividade e muita atitude são predicados dessa modelo. 
É capaz de improvisar sob qualquer situação, domina, como uma bailarina, a linguagem corporal é expressiva como uma talentosa atriz. É completa!
Tâmara, apesar de levar a sério e com muita responsabilidade a atividade de modelo o faz como um hobby,  porque seu futuro será como Terapeuta Ocupacional, para o qual se prepara atualmente na UNCISAL.
Começou a desfilar em 2008, participou das 3 últimas edições do  MFD - Maceió Fashion Designe, maior evento de moda em  Alagoas promovido pela agência Hits Model,  e Tâmara  está entre as mais concorridas pelas lojas para desfilar com suas marcas/produtos.
Nunca participou de nenhum concurso de beleza, não gosta, prefere desfilar e fotografar como modelo, fazer comerciais para TV e  recepção de eventos. Nunca falta trabalho.
Realizar esse ensaio com a  Tâmara foi um grande desafio, foram muitos detalhes, muitos ajustes de luz, grande variação de planos, ângulos e regulagens de câmera. O resultado foram  essas  belíssimas imagens. 
Confira!

PS: A modelo frequenta academia e pratica Muay Thai
Então...mantenha distância! rssss


domingo, 10 de julho de 2011

Domingo no Circo

Neste domingo a tarde fomos ao circo.
Trabalhei num evento no sábado a noite e, no domingo pela manhã e metade da tarde, fiz um trabalho autoral de uma série que publicarei em breve denominado "bicho do mato'' em parceria com o maquiador Alex Cerqueira, modelos e atrizes alagoanas.
Quando fui pegar a Nicole na casa da vó, ela pediu para ir ao circo. Um carro de som passou na rua anunciando a estréia junto com os palhaços e malabaristas, ela se encantou, nunca tinha ido a um. 
Mesmo cansado fomos à estreia.
É um desses circos decadentes, com uma pequena trupe que viaja pelo pais com  toscos espetáculos e sem   atrações que valham a pena pagar o preço cobrado. Para uma seção infantil onde o palhaço deveria ser a grande sensação, deu pena. Brincadeiras sem  nenhuma criatividade, cansativa e inadequada para o público.
A todo instante anunciavam a seção noturna com "mais atrações, mais completa"  
e o preço era  mesmo,  pagamos para assistir um show incompleto. 
Na metade da seção Nicole começou ficar impaciente e eu também. 
O globo da morte só tinha uma moto. Que graça tem?
Há anos eu não ia ao  circo, fui muitas vezes, gostava mais que cinema, foi na  época que tinham representações teatrais, mágicos e ilusionistas, os trapezistas, os bichos eram uma atração a parte,  os leões, elefantes, tigres, macacos, cavalos adestrados e tantas outras fantásticas, era uma alegria  quando chegava um  circo na cidade. 
O palhaço então, era o mais esperado.  
Gostava de sentar na arquibancada. Sempre levava dinheiro da pipoca e caramelos. 
Era um dia especial, preparava desde cedo, passava o dia ansioso. 
Tenho muitas histórias pra contar sobre os circos.
Entrou em decadência, proibiram os shows com animais ( concordo até certo ponto, muitos eram maltratados),  acabaram políticas públicas de incentivo à cultura circense, as grandes companhias faliram e assim foi, restaram  apenas uns apaixonados que resistem e sonham com dias melhores para o grande picadeiro.
Mas gostei, passou um filme em minha cabeça, rimos das piadas  sem graças do palhaço, vibramos com o malabarista na corda bamba e com o outro que  repetiu no chão os mesmos malabrismos, com o  equilibrista, com as moças da "caixa misteriosa", e com o esquisito  "homem de quatro pernas"  que usa uma moto serra para cortá-las, tremendo mau gosto o show dele. 
Mesmo assim  entramos  no pique do espetáculo e curtimos todos, Eu,  Dênia e Nicole, um dia com a família reunida em um evento cultural para nossa pequena. Pelo menos não fomos ao Shopping por falta de opção.
É proibido fotografar/filmar, como eu estava com a minha câmera a tira colo - não deixei no carro com medo de ser roubada-,  desliguei o flash e fiz essas imagens.
Curtam!